O fantasma da recessão pode assombrar acompanhantes de todo o Brasil em 2014.

Home/Blog/O fantasma da recessão pode assombrar acompanhantes de todo o Brasil em 2014.

O fantasma da recessão pode assombrar acompanhantes de todo o Brasil em 2014.

O ano de 2014 mal começou e os Brasileiros já tiveram que encarar a chegada de um fantasma do passado, a recessão! Ela atinge em cheio todo e qualquer cidadão e para as acompanhantes não é diferente. Entenda como a recessão pode afetar o mercado do sexo pago e saiba quais cidades devem sofrer mais com esse período de declínio na economia Brasileira.

Primeiramente vamos saber como chegar a conclusão de que o país entrou em recessão. O PIB ( Produto Interno Bruto) é a soma de tudo que é produzido no país, quando o país registra uma queda na produção por dois trimestres a recessão está instalada. Antes de períodos recessivos é registrada uma queda nos investimentos, as pessoas param de comprar e consequentemente as empresas param de produzir, de uma forma geral isso acaba virando um ciclo no qual todos os mercados acabam sendo afetados, com a baixa produção pessoas acabam perdendo seus empregos gerando ainda mais crise no mercado pois desempregados não compram.

Para você que é acompanhante no Brasil isso pode significar um ano catastrófico pois a maioria dos seus clientes depende de salários e em tempos de crise as primeiras coisas a serem sacrificadas são os itens de luxo, e muitos homens veem o sexo pago como um artigo de luxo a ser consumido em tempos de “vacas gordas”, isso não quer dizer que você não vai trabalhar, mas sim que pode sofrer com essa crise também, para acompanhantes de luxo duas saídas são possíveis para esse cenário, você pode especializar ainda mais os seus serviços, investir alto  nos itens que façam o seu atendimento melhorar, e isso inclui beleza, ambiente e tudo aquilo que beneficie o seu cliente para atender apenas a classe A consumidora desses serviços ou reduzir custos, e baixar o cachê para que possa atender a classe C.

Segundo o governo, o país ainda não entrou em recessão, mas especialistas garantem que estamos trilhando o caminho para uma. Se para as acompanhantes a recessão prejudica o mercado para os sites que anunciam serviços e clientes desses serviços isso pode ser benéfico, muitas mulheres desempregadas acabam vendo a prostituição como uma nova forma de ganhar dinheiro, isso traz sangue novo ao mercado e mais competitividade entre as garotas, o que geralmente vem acompanhado de uma queda nos cachês. É a lei de oferta e procura que irá determinar o novo rumo do sexo pago no Brasil.

Com a recessão chegando, algumas cidades como São Paulo, Porto Alegre e outras grandes capitais industrializadas devem sofrer mais que outras, a cidade menos afetada com a crise deve ser Brasília, pois o DF registra o maior número de servidores públicos do país, com empregos garantidos independentemente da crise instalada, o mercado de Brasília deve permanecer como uma das rotas mais procuradas pelas acompanhantes de luxo do país e o DF deve registrar o seu maior número de profissionais do sexo nos últimos anos.  E você, acha que já estamos em recessão? Já planejou que medidas irá adotar para um possível cenário de crise no Brasil? Continue acompanhando o EhVIP e fique por dentro das tendências do mercado financeiro e como ele pode afetar o seu lucro em 2014.

fevereiro 28th, 2014|Blog|0 Comments

Leave A Comment